Higiene Oral Canina

  • Oct 04, 2021
  • By Dr. PawNatural©
  • 0 Comments

A saúde oral do seu fiel amigo revela muito sobre o seu bem-estar e importa ter atenção a alguns sinais.

 

Mau Hálito

É normal que os cães por vezes tenham mau hálito. Contudo, é importante estar atento a estes sinais, pois podem indicar que a sua saúde não está a 100%.  

 

Algumas doenças podem provocar o mau hálito, como doenças gástricas (por exemplo, gastrite, úlcera,…), diabetes canina, doença renal ou problemas respiratórios.

 

Tártaro acumulado, uma inflamação da gengiva (gengivite) ou uma inflamação de um dente partido, podem também estar na origem do mau hálito canino.

 

Estes sintomas têm muitas vezes como causa a má higienização. Tal como os tutores lavam os dentes diariamente, também os nossos cãopanheiros, devem fazer uma higienização oral frequente. Se os restos de alimentos não forem retirados durante a escovagem de dentes, pode haver um acumular de bactérias que formam tártaro.

 

A escovagem de dentes deve ser realizada, no mínimo, duas a três vezes por semana. Existem alguns sprays bucais próprios que ajudam a manter a boca limpa. Nunca use produtos para humanos, pois contém muito flúor e outras propriedades que podem fazer mal ao seu animal. Oferecer uma maçã ou cenoura ao seu cão, também poderá ajudar a evitar que resíduos de comida fiquem acumulados na boca.

 

Dor de dente

Quantas vezes o seu cão já tentou roer uma pedra ou mastigar algo inadequado? O patudo tem a tentação de morder vorazmente algo duro e quando o seu tutor se apercebe, lá se foi um dente. 

 

Se não forem tratados devidamente, o tártaro acumulado ou a gengivite podem provocar a perda ou a dor de dentes. Podem também acontecer que o seu cão sofra uma queda ou bata contra um obstáculo, afetando a boca. No caso de cães mais idosos, a probabilidade e risco de fratura dentária aumenta, devido ao envelhecimento dos ossos.

 

Alguns dos sinais que indicam que o seu cão pode estar com dor de dente são: inchaço da boca, alteração do odor do hálito, vermelhidão na gengiva, dentes amarelados ou escuros, diminuição do apetite, sangramento da gengiva, passar a pata na boca com frequência e dificuldade em ingerir alimentos duros.

 

Se o seu cão apresentar algum sintoma, procure de imediato um médico-veterinário, que possa fazer um exame completo e obter um diagnóstico concreto. 

 

A cura destes problemas poderá passar pela toma de antibiótico subscrita pelo seu médico-veterinário ou limpeza oral. No caso de dentes partidos, a solução poderá ser a remoção ou restauração da dentição. 

 

Esteja atento à saúde do seu animal, pois o seu bem-estar é a nossa felicidade!

Arquivo

Artigo Recente

Recent Post
Dec 08, 2021

Patudo Seguro

Recent Post
Nov 22, 2021

Traquinices c...

Recent Post
Oct 04, 2021

Higiene Oral ...

Recent Post
Sep 09, 2021

A importância...

Recent Post
Aug 05, 2021

Alimentação c...